Resenha: Sempre Foi Você

Sinopse: “Richard, nós tivemos um bebê”.Londres, 31 de dezembro de 1999. Aos 17 anos, a britânica Hanna Vincent conhece o americano Richard Larsen: um estudante rico, encantador e sedutor que vai virar seu mundo de ponta-cabeça. Um relacionamento entre eles é improvável, já que vivem em mundos completamente diferentes. Mas aos poucos uma grande amizade vai surgindo e leva os dois a uma relação explosiva, cheia de paixão, amor e aventura.Emocionante e comovente, Sempre Foi Você é uma genuína história de amor. Você daria uma segunda chance ao amor da sua vida? 

É um daqueles livros de romance que todos acham que é só mimimi o tempo todo. Quando li o livro, eu superei minhas expectativas em relação ao enredo. Foi uma daquelas histórias que faz o leitor se apaixonar completamente, como no meu caso. A história mostra que um amor de verdade pode realmente existir, mas que também há inúmeros problemas que este amor pode enfrentar se quer ser realmente forte.

Ok, vamos começar. A história começa contando sobre a vida de Hanna. Uma garota boa, um pouco excêntrica mas de um grande coração. Conhece Richard e daí já sabemos: os dois se apaixonam. Até ai, tudo bem. O que realmente chama a atenção na leitura é as grandes dificuldades que vão surgindo ao longo da trama, que ocasionalmente acaba sempre separando o casal principal.

Com a morte de sua mãe, Hanna acaba se sentindo um pouco depressiva e resolve desaparecer da vida de todos que conhecem; ter um momento só dela. O que me encanta no livro é o amor puro que os dois nutrem um pelo outro. Apesar do tempo que ficam separados, a atração que os dois sentem é infinitamente maior que qualquer distância e diversas vezes o casal deixa isso a mostra.

” Saber que ele estava tão perto e tão longe ao mesmo tempo doía demais, uma sensação só amortecida pela rendição ao sono.”

O livro vai passando por diversos momentos e a narrativa é em primeira pessoa. Hanna deixa a mostra seus defeitos, meios e anseios em questão a Richard. Falando um pouco mais sobre o cara, ele é simplesmente perfeito. Rico, bonito, inteligente e faz de tudo para ver Hanna feliz. Um dos personagens que menos gostei foi a mãe de Richard, que com seus comentários inconvenientes faz de tudo para separar o casal.

O livro em si é simplesmente fantástico e apaixonante. O jeito é ler e se apaixonar!Foto 2

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s